Tin301_p4b

Fotografia de grupo dos convidados do «Fórum para o Desenvolvimento Económico da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau»

Co-organizado pela Associação de Amizade de Membros da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês na Instância de Província de Macau e pela Associação de Bancos de Macau, e com apoio da Autoridade Monetária de Macau e deste Instituto, realizou-se o «Fórum para o Desenvolvimento Económico da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau» no dia 12 de Dezembro de 2018.

Estiveram presentes no evento: o Secretário para a Economia e Finanças, Dr. Leong Vai Tac, o Director do Departamento para os Assuntos Económicos do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na Região Administrativa Especial de Macau, Dr. Liu Bin, o Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês da Província de Shandong, Dr. Fu Zhifang, o Vice-Director do Departamento de Coordenação do Gabinete de Ligação do Governo Central na Região Administrativa Especial de Macau, Dr. Zhang Shenju, o Presidente do Conselho de Administração da Autoridade Monetária de Macau, Dr. Chan Sau San, o Vogal Executivo deste Instituto, Dr. Vong Vai Lon Agostinho, o Presidente, Dr. Ma Chi Ngai, os Presidentes Honorários, Dr. Lou Wai Seac, Dr. Ho Fu Keong e Dr. Sun Ian Guang, o Presidente da Direcção, Dr. Ng Si Fong, o Presidente do Conselho Fiscal, Dr. Ieong Tou Hong, e o Vice-Presidente Executivo e Secretário-Geral, Dr. Ho Ka Lon, da Associação de Amizade de Membros da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês na Instância da Província de Macau. Os convidados discutiram e trocaram opiniões sobre como Macau se integra no desenvolvimento do País, promover de forma pragmática a diversificação adequada da economia e a cooperação da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

Além disso, no almoço oferecido por este Instituto no mesmo dia, o Vogal Executivo, Dr. Agostinho Vong Vai Lon, apresentou aos especialistas e académicos e líderes da indústria provenientes do Interior da China e de Macau, como Macau se posiciona como uma “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, desenvolvendo com precisão o seu papel de ponte de ligação. Explicou como Macau, enquanto cidade na área da Grande Baía, como ponto de entrada para expansão dos mercados internacionais, como os Países de Língua Portuguesa e os países e as regiões abrangidos pela iniciativa «Uma Faixa, Uma Rota».