A delegação de empresários de Macau tirou uma foto de grupo na Zona de Exposição de Comércio de Mercadorias – Produtos Alimentares e Agrícolas, em frente do “Pavilhão de Produtos Alimentares e Bebidas de Macau e dos PLP”

O Chefe do Executivo, Dr. Chui Sai On, liderou uma delegação da RAEM a Xangai, nos dias 4 e 5 de Novembro, para participar num conjunto de actividades integradas na primeira Exposição Internacional de Importações da China.

A par disso, uma delegação composta por cerca de 90 empresários locais, organizada pelo IPIM e chefiada pelo Secretário para a Economia e Finanças do Governo da RAEM, Dr. Leong Vai Tac, deslocou-se a Xangai para participar na primeira “Exposição Internacional de Importações da China” (CIIE, na sigla em inglês), nos dias 4 a 6 de Novembro. A delegação contou com representantes provenientes dos diferentes sectores da sociedade, incluindo comércio, serviços financeiros, tecnologia, hotelaria, turismo, restauração, manufactura, serviços profissionais, entre outros.

O IPIM estabeleceu ainda, na Zona de Exposição de Comércio de Mercadorias – Produtos Alimentares e Agrícolas e na Zona de Exposição de Comércio de Serviços – Serviço Integrado, o Pavilhão de Produtos Alimentares e Bebidas de Macau e dos PLP e o Pavilhão de Serviços Profissionais para o Mercado dos PLP, respectivamente, tendo acolhido 39 empresas envolvidas no comércio de produtos fabricados em Macau e produtos alimentares e bebidas lusófonos com canais de distribuição em Macau, bem como nos serviços profissionais destinados ao mercado lusófono, com vista a apresentar e reforçar, em conjunto, a posição de desenvolvimento de Macau enquanto “Um Centro, Uma Plataforma” e as suas vantagens únicas.

Durante a deslocação, teve lugar ainda o “Fórum de Cooperação e Investimento de Macau – Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, organizado em conjunto pelo IPIM, pelo Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Governo Popular do Município de Xangai e pelo Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau). No recinto da exposição, os participantes foram convidados para bolsas de contacto e serviços de consultoria para investimento empresarial, tendo sido atraídos mais de 120 participantes.

A delegação teve um encontro com os representantes do governo do distrito de Baoshan de Xangai, tendo também visitado empresas locais de robôs, o Museu de Cultura da Impressão 3D da China e o Centro de Exposição de Bebidas Alcoólicas e de Alimentação dos Países e Regiões da Lusofonia de Macau.