Fonte: Macauhub

O governo de Angola efectuou terça-feira uma emissão de euro-obrigações no montante de três mil milhões de dólares, em duas parcelas com maturidades distintas, no mercado financeiro de Londres, segundo um comunicado oficial divulgado quarta-feira em Luanda.

O comunicado informou ainda ter esta emissão, autorizada pelo Despacho Presidencial n.º 197/19, de 7 de Novembro, tido lugar após apresentações técnicas efectuadas pela ministra das Finanças, Vera Daves, em Nova Iorque, Boston e Londres.

Uma parcela de 1,75 mil milhões de dólares com maturidade de 10 anos foi emitida com uma taxa de cupão de 8,0% e a segunda, de 1,25 mil milhões de dólares e maturidade de 30 anos, teve uma taxa de juro de cupão fixada em 9,125%.

O comunicado do Ministério das Finanças informa ter a comunidade de investidores manifestado a sua confiança nas reformas institucionais e económicas que estão a ser aplicadas em Angola devido ao facto de a procura ter atingido 8,44 mil milhões de dólares.

Esta nova emissão de dívida acontece depois da realizada em 2018, em tudo igual à de terça-feira, exceptuando as taxas de juro de cupão, que foi fixada em 8,25% para a de 10 anos e em 9,375% para a de 30 anos.

A primeira vez que Angola emitiu euro-obrigações foi em 2015, com 1,5 mil milhões de dólares.