Fonte: Macauhub

A Kenmare Resources registou em 2018 o terceiro ano consecutivo de recorde de exportação de minerais extraídos nos depósitos de areias pesadas de Moma, na província de Nampula, norte de Moçambique, informou a empresa irlandesa.

A empresa procedeu no ano transacto à exportação de 1,074 milhões de toneladas, montante que representa um acréscimo de 3,26% relativamente aos 1,040 milhões de toneladas registados em 2017.

A produção de concentrado de mineral pesado aumentou 4,0% para 1,37 milhões de toneladas (1,323 milhões em 2017), a de ilmenite caiu para 958,5 mil toneladas (998,2 mil toneladas em 2017) e a de zircão primário baixou para 48,4 mil toneladas (48,6 mil toneladas em 2017), informou ainda a Kenmare Resources.

A receita bruta atingiu 262,2 milhões de dólares, contra 208,3 milhões um ano antes, devido ao aumento registado nas cargas exportadas bem como ao maior preço daqueles minerais no mercado internacional.

“Os preços médios obtidos pelos nossos produtos foram mais elevados em 2018 do que em 2017, havendo uma perspetiva positiva devido ao crescimento contínuo da procura, ao esgotamento das minas existentes e à oferta limitada de novas minas nos próximos anos”, lê-se no comunicado.

O lucro da Kenmare Resources depois de impostos cresceu 162% para 50,9 milhões de dólares, que compara com 19,4 milhões de dólares em 2017.