Uma delegação composta por mais de 100 empresários locais, organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e chefiada pelo Senhor Secretário para a Economia e Finanças do Governo da RAEM, Dr. Leong Vai Tac, desloca-se a Xangai para participar na 2.ª edição da Exposição Internacional de Importação da China (CIIE, na sigla inglesa), que terá lugar nos dias 4 (hoje) a 7 de Novembro. Além da instalação de dois pavilhões no recinto da CIIE, o IPIM vai também organizar um fórum para apresentar e promover as vantagens de Macau enquanto plataforma de cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa através de formas interactivas e diversificadas.

Dando continuidade ao papel positivo obtido na primeira edição da CIIE no ano passado, o IPIM organizou novamente neste ano, uma delegação empresarial para participar na exposição, que conta com representantes provenientes dos diferentes sectores da sociedade, incluindo comércio, serviços financeiros, convenções e exposições, comércio electrónico, ciência e tecnologia, alimentação, hotelaria, turismo, restauração, manufactura, serviços profissionais, entre outros.

O IPIM instalou pavilhões na Zona de Exposição de Produtos Alimentares e Agrícolas e na Zona de Exposição de Comércio de Serviços, que contou com a participação de 42 empresas locais, envolvidas na fabricação de produtos em Macau e de produtos alimentares e bebidas lusófonos com canais de distribuição em Macau, bem como nos serviços de contabilidade e tradução. Entre eles, o pavilhão na Zona de Exposição de Produtos Alimentares e Agrícolas ocupa uma área de exposição de 600 metros quadrados, correspondendo a um aumento de 200 metros quadrados em comparação com o ano passado, e com a coordenação de equipamentos multimédia, pretende-se apresentar a participação de Macau na iniciativa de “Faixa e Rota” e na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, promover as vantagens de Macau como Plataforma de Cooperação Sino-Lusófona, apresentar as informações sobre o ambiente de investimento em Macau, o comércio de serviços e o desenvolvimento da indústria de convenções e exposições. No decorrer da exposição serão ainda realizadas actividades de degustação e bolsas de contactos. O pavilhão na Zona de Exposição de Comércio de Serviços, à semelhança do ano passado, ocupa uma área de 60 metros quadrados.

Simultaneamente, terá lugar na tarde do dia 6 de Novembro o “Fórum de Cooperação e Investimento de Macau – Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, organizado em conjunto pelo IPIM, pelo Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Governo Popular do Município de Xangai e pelo Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), visandoapresentar aos participantes oriundos de todo o mundo, o posicionamento e as vantagens de Macau enquanto Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Durante o evento, os participantes serão prestados aos participantes, serviços de consultoria para investimento empresarial.

O IPIM organizou no ano passado, empresas locais para participarem na Exposição Internacional de Importação da China (CIIE)

O IPIM organizou no ano passado, empresas locais para participarem na Exposição Internacional de Importação da China (CIIE)