Os Serviços de Alfândega da RAEM, Serviços de Economia, Serviços de Finanças, Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais constituíram um “Grupo de Trabalho Interdepartamental do Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa”, o qual organizou, nos dias 1 a 2 de Setembro, uma Sessão de Esclarecimento e Visita de Estudo sobre o Regime de Inspecção e Quarentena e o Sistema Aduaneiro da China Continental e a sua aplicação em relação à importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa, ajudando mais empresas a entrarem no mercado da China Continental. Hoje (2 de Setembro), o referido “Grupo de Trabalho  Interdepartamental” organizou cerca de 60 empresários para visitarem os postos fronteiriços de Hengqin e Nansha e, durante a visita, os diferentes organismos regionais apresentaram detalhadamente as respectivas informações para eles conhecerem mais profundamente os procedimentos no que toca à importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa.

Nos primeiros sete meses do corrente ano, a Zona Aduaneira de Gongbei registou a importação  de mais de 530 toneladas de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa 

O “Grupo de Trabalho  Interdepartamental” realizou, no dia 1 de setembro, a referida Sessão de Esclarecimento para os empresários saberem mais sobre os procedimentos, o sistema fiscal e os documentos necessários no que toca à importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa. No dia seguinte da Sessão de Esclarecimento, o “Grupo de Trabalho Interdepartamental” convocou os empresários para uma visita de estudo aos postos fronteiriços de Hengqin e de Nansha para conhecer as práticas relativas à importação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China Continental. A delegação de Macau visitou o Salão para Declaração de Saída no posto fronteiriço de Hengqin, a sala de exposição na Nova Área de Hengqin, o Centro de Monitoramento da Ilha de Hengqin, o posto fronteiriço de Nansha, as zonas francas do entreposto logístico de Nansha e outros lugares. Sra. Tan, Subchefe da Secção de Desembaraço Aduaneiro da Alfândega de Gongbei revelou que, de janeiro a julho do corrente ano, a Zona Aduaneira de Gongbei registou a importação de um total de 531,2 toneladas de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa, incluindo vinho, açúcar e produtos de confeitaria, chocolate, produtos amiláceos, frutos de casca rija, etc., representando o vinho o maior volume dos produtos importados. Actualmente, os serviços competentes estão a promover a cooperação entre os Organismos de Alfândega e Inspecção no sentido de “Três UMA” , ou seja, “agência única de declaração, inspecção e desalfandegamento” para simplificar o processo de declaração.

Empresa:  Macau é uma plataforma importante para a China Continental e os Países de Língua Portuguesa

A “Agência Comercial Seng Kuong Vittorio Lda.”, que iniciou os negócios no território há mais de 50 anos, tem vindo a agenciar bebidas de vários Países de Língua Portuguesa e entrou no mercado da China Continental em 2014 com um novo estabelecimento — “Acconci (Shanghai) Trading Company Limited”. A sua vice gerente-geral Zhang Huirong afirmou que Macau é uma plataforma importante para a China Continental e os Países de Língua Portuguesa. Como se sabe, muitas bebidas dos Países de Língua Portuguesa primeiro entram nas famílias de Macau e depois são promovidas na China Continental. Ela disse que, aproveitando a Sessão de Esclarecimento e Visita de Estudo, a companhia teve acesso às últimas informações de desembaraço aduaneiro e fiscais da China Continental, facilitando, assim, o desenvolvimento dos seus negócios.

Sessão de Esclarecimento e Visita de Estudo ajudam a penetração dos produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa na China Continental

Gabriela Cheang, gerente de uma loja das conservas de peixe à Portuguesa, onde se vendem conservas de peixe picante importadas de Portugal, disse que a empresa é o único agenciário asiático de várias conservas de peixe picante e pretende expandir negócios na área de supermercado na China Continental. Desta vez, através da Sessão de Esclarecimento, a empresa foi informada de que a importação de conservas de peixe picante de Portugal beneficia da taxa de imposto da nação mais favorecida, chegando também a conhecer mais sobre os procedimentos de desembaraço aduaneiro. Além disso, a empresa alargou a rede social e isso ajuda a penetração na China Continental dos produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa, agenciados por essa empresa.

O gerente-geral adjunto da “Nam Kwong Commercial Co. Ltd.”,  Cheng Yingjun, indicou que a empresa já tem armazém transfronteiriço, entreposto aduaneiro e firma de despachante aduaneiro e agora está a planear uma plataforma de cadeia de compra e abastecimento de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa, de modo a ajudar as empresas locais que vendem os produtos alimentares destes países a penetrarem no mercado da China Continental. Portanto, ele participou na Sessão de Esclarecimento e Visita de Estudo para aprender, acreditando que a actividade ofereceu um caminho claro e prestável.

Com o objectivo de promover a construção do Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa, o IPIM continuará a cooperar estreitamente com os serviços competentes e em articulação com o “Portal para a Cooperação na Área Económica, Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, para fornecer as informações e serviços mais actualizadas sobre o comércio entre a China e os Países de Língua Portuguesa, aproveitando as vantagens de Macau, enquanto Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, para melhor apoiar as empresas na exploração de oportunidades de negócios.

Empresas visitaram as instalações de desembaraço aduaneiro nos postos fronteiriços de Hengqin e Nansha

Empresas visitaram as instalações de desembaraço aduaneiro nos postos fronteiriços de Hengqin e Nansha

Na Sessão de Esclarecimento, foram apresentados os procedimentos de inspecção e quarentena

Na Sessão de Esclarecimento, foram apresentados os procedimentos de inspecção e quarentena

Foto de grupo da delegação de Macau no Centro de Serviço de Inspeção Conjunta no posto fronteiriço de Nansha

Foto de grupo da delegação de Macau no Centro de Serviço de Inspeção Conjunta no posto fronteiriço de Nansha